Blog

Como ser firme ao cobrar Alto Ticket?

Uma das maiores dificuldades que percebo em minhas alunas é a na hora de ser firme ao cobrar Alto Ticket, ou seja, realmente peitar o seu preço e se portar de acordo.

Você já teve medo de cobrar Alto Ticket e perder seu cliente, rainha?


Eu recebo muitas mensagens de rainhas contando que têm medo de cobrar Alto Ticket porque acreditam que seus clientes não passarão o cartão e, obviamente, todas querem vender. Então é comum que esse medo faça com que abaixem seu preço ou não cobrem o valor que seu produto ou serviço merecem.

Isso é um grande erro, minha deusa. Eu falo com mulheres empresárias que fazem um trabalho excelente e é completamente justo que cada uma delas seja bem paga por isso.

Existem muitos mitos que rodeiam o Alto Ticket. Nessa CEOClass, eu trago alguns pontos fundamentais a respeito de como ser firme na hora de cobrar Alto Ticket e garantir que seu trabalho esteja sendo valorizado. Você pode conferir esse e muitos outros conteúdos poderosos em meu canal no YouTube:

Gostaria de começar com um lembrete: cobrar Alto Ticket não é subir preço. É possível que você simplesmente decida aumentar seu preço e consiga fazer algumas vendas altas, mas não é isso que caracteriza o Alto Ticket.

Afinal, existe toda uma narrativa e um posicionamento alinhado por trás, que fazem com que o Alto Ticket seja sustentável a longo prazo e realmente atraia clientes dispostos a pagar alto pelo seu trabalho.

Cobrar Alto Ticket pressupõe um posicionamento premium tanto em sua Marca Pessoal, quanto por trás de cada produto de sua esteira.


Se você pensa que o Alto Ticket começa a partir do momento em que seu cliente passa o cartão para você, está enganada, Crixtina. Existem alguns elementos que acontecem antes da venda e fazem toda a diferença no processo.

Independente do que você vende, rainha: a abordagem, a forma como você recepciona seu cliente, a experiência que você oferece durante todo o processo de venda até o pós – isso tudo sustenta e impacta diretamente o preço do seu produto. 

Uma vez que você entende que o conceito do Alto Ticket é muito mais profundo e amplo do que simplesmente aumentar um preço, você abandona o medo de perder seus clientes ou suas vendas.

O Alto Ticket em seu negócio revela que você enxerga imenso valor naquilo que está servindo.

Seja servindo seus clientes através de produtos ou serviços, ambos os casos envolvem um imenso trabalho por trás – desde tempo até investimento financeiro e dedicação – e ao perceber isso, conseguimos ver um valor muito mais profundo. 

O seu Ticket precisa refletir o valor do seu trabalho, minha deusa. Só você sabe a sua trajetória até aqui, o quanto você se dedica diariamente para servir os seus clientes com o melhor e da transformação que isso leva à vida dos seus clientes.

Portanto, é você que precisa ditar o seu preço. Geralmente nós não valorizamos aquilo que não pagamos alto, então é justo que o seu cliente pague alto pelo seu trabalho que muito vale.

A narrativa que você emprega diariamente no seu negócio contribui muito nessa questão, minha deusa. Como só você sabe muitas coisas que estão por trás daquilo que oferece, é bom também dividir parte disso com seu cliente.

Isso faz com que a sua audiência perceba o seu movimento constante, sua dedicação em seu trabalho, sua história e bagagem. Essa percepção agrega um valor imenso e aumenta a compreensão do porquê o seu preço é alto: porque vale muito. 

Por isso, enalteça sua técnica, seu serviço e tudo que oferece, assim como a sua trajetória até aqui. Existem coisas que apenas você e as pessoas mais próximas sabem, mas que podem ser divididas com sabedoria e intencionalidade para que seus clientes se conectem com você e valorizem o seu trabalho de forma singular.

Afinal, é dessa forma que podemos vivenciar um processo de vendas genuíno: que não envolve mentiras, forçação ou manipulação, mas é feito com honestidade por mulheres que entregam o que prometem.


Vender é um processo de honra. Cobrar Alto Ticket não pode ser uma forma de apenas faturar mais; precisa ser uma forma de honrar a excelência em seu serviço.


Quem disse que você precisa ser extremamente experiente em determinado assunto para ser digna de cobrar Alto Ticket, minha deusa?

Eu gostaria de deixar claro que é possível que uma rainha iniciante em seu nicho ou que não possua tanta experiência, entenda esse DNA, aplique em seu negócio e tenha grandes resultados. 

Porque não é a respeito do tempo de caminhada em seu ramo, Crixtina. É a sua caminhada como um todo até aqui – que te fez ser a mulher e líder excelente que é – que atrairá seus clientes e fará com que seu trabalho seja valorizado.

É evidente que subimos novos degraus à medida que nos especializamos e aprimoramos em nossa área, mas não é isso que te torna digna ou não de cobrar Alto Ticket.

 

O seu servir, combinado com seu posicionamento e sua personalidade, te capacitam a cobrar Alto Ticket hoje, independente do ponto em que você se encontra na jornada.


Não pense que não é um risco, minha rainha, porque é. Mesmo assim, você e o seu negócio arriscam muito mais ao desvalorizar aquilo que oferecem e jogar um jogo de baixo ticket, onde os seus clientes não têm a oportunidade de reconhecer seu valor e pagar por isso.

Todos os passos que damos em nossa vida exigem tomadas de decisão e, consequentemente, riscos. Pior do que correr o risco de um cliente recusar sua oferta, é permanecer estagnada ou com uma vida mediana. 

Você foi feita para alcançar lugares altos, deusa. O que te levará até lá será a sua postura de líder, o alinhamento da sua Marca Pessoal, a forma como você assume riscos e peita, sem medo, sua visão e o valor que enxerga em seu trabalho. Isso não tem preço.

Honre a sua trajetória como profissional e se posicione, consciente do imenso valor que carrega em si mesma e na forma como serve seus clientes, para que cobrar Alto Ticket deixe de ser uma idealização e se torne a realidade do seu negócio de sucesso.

Você consegue, é nobre.

 

Um cheiro,
Clara do Vale.

@bemclara

Mais postagens como essa...