Blog

Como se destacar e se tornar uma líder em seu nicho através da Marca Pessoal

Quando falamos de Marca Pessoal, falamos do universo que você cria ao redor de si mesma e do seu negócio que reflete diretamente sua identidade, sendo um dos grandes responsáveis por se destacar no mercado e fazer seus clientes serem atraídos até você. 

Existem muitos fatores que podem gerar uma interferência na sua Marca e na forma como você se mostra ou é vista pelo seu público, prejudicando suas vendas. Um deles é o excesso de ruídos, que leva à comparação, que leva à perda da autenticidade, que leva à uma frágil Marca Pessoal.

 

“Clara, mas que raio de excesso de ruído é esse?” 

Calma, Crixtina. Acompanha o raciocínio comigo:

Alguma vez você ficou insegura ao compartilhar um conhecimento por acreditar que alguém seria mais qualificado para transmitir algo que você desejava transmitir ou percebeu que seus esforços para alcançar seu público não estavam tendo o resultado esperado?

Você não está sozinha, rainha. Esse sentimento é comum, compartilhado por muitas mulheres diariamente, principalmente por empreendedoras que desejam conquistar um espaço na internet.

Grande parte das mulheres sofrem com raízes tão profundas e antigas de insegurança e comparação que, muitas vezes, nem percebem o quanto isso afeta sua rotina e seu negócio.

Todos os dias somos pressionadas, de todos os lados, a agirmos de determinada maneira, caminharmos em certo ritmo e sermos aquilo que esperam de nós.

Somos impactadas por um padrão estético, profissional, emocional que é frequentemente incompatível com nossa realidade e, ao invés de nos estimular a mudar e alcançar nossa melhor versão, nos fere e ofusca nossa individualidade.

Para exemplificar um pouco de como a comparação é uma prática nada saudável e sem sentido, pense comigo nessa analogia, minha deusa: imagine uma fábrica de um tipo de produto. Uma linha de produção industrial produz itens iguais entre si, essa é sua função.

Quando falamos de seres humanos, em nada eles se assemelham com produtos de uma fábrica, porque falamos do que é incomparável em sua essência.

Não somos modelos de uma fábrica industrial e não fomos criados para sermos iguais, logo, não podemos ser comparados.

 

E por que continuamos insistindo em fazer isso, mesmo que inconscientemente?

As respostas para essas perguntas podem variar muito em cada situação, mas existe um fator comum que, sem percebermos, nos estimula a entrar nesses ciclos repetitivos de pensamentos: excesso de ruídos.

Acompanhamos diariamente dezenas – ou até centenas – de vidas diferentes através de uma tela. Além de ocupar muito do nosso tempo disponível, essa prática infiltra os pensamentos de comparação dentro de nós porque passamos mais tempo observando outras pessoas do que nos observando, conhecendo quem somos, entendendo nossas dificuldades e investindo em nossas virtudes.

Se o grande segredo do sucesso da sua marca é a líder por trás dele, acaba sendo incoerente que essa mesma mulher desperdice seu precioso tempo ao invés de investir nela mesma e assumir a postura de autoridade e autenticidade.

Tudo isso afeta sua Marca Pessoal e reflete nos resultados no seu negócio, minha rainha.

Nessa CEOCLASS, abordamos esse tema específico de forma mais profunda. Esse vídeo, juntamente com os outros conteúdos disponíveis no meu canal no YouTube, podem ser o ponto de partida para você entender mais sobre como se destacar com autoridade no seu nicho e transformar sua carreira.

A prática de passar muito tempo nas redes sociais de outras pessoas tira o foco das coisas que realmente importam, da nossa trajetória como seres humanos e, ainda, do caminho que estamos traçando como mulheres empreendedoras.

É muito possível que você passe a desejar ser como outro alguém e então, fazer tudo o que outra pessoa faz porque aparentemente essa é a forma de conseguir alcançar o lugar que ela alcançou – e então entramos em um terreno perigoso, rainha.

Mesmo que muitas vezes o hábito de acompanhar fervorosamente quem admiramos pareça inofensivo, aos poucos ele pode nos direcionar a querer traçar o caminho de uma outra pessoa, afinal, algumas vezes realmente parecem mais atraentes e com maior chances de resultados.

Então, sem perceber, criamos uma armadilha para nós mesmas e podemos cair no engano de começar a abandonar nossa individualidade, personalidade e aquilo que existe de mais rico em nós: justamente aquilo que verdadeiramente poderia nos conectar com as outras pessoas e nos ajudar a chegar nos lugares que desejamos.

Não é possível comparar coisas que foram feitas para serem diferentes. Quando entendemos que cada um está em sua própria jornada, com recursos diferentes, rotinas diferentes e realidades diferentes, o peso da comparação começa a aliviar em nossas costas e conseguimos um vislumbre da liberdade de ser quem somos.

 

Uma mulher que consegue diminuir os ruídos externos, focar em si mesma e trabalhar para alcançar seus objetivos em seu próprio ritmo, é uma líder poderosa.

 

Nós caminhamos em direção ao nosso potencial máximo ao caminhar sem olhar para os lados. É muito nobre ter inspirações, sentar em boas mesas e acompanhar pessoas que de alguma forma já conquistaram ou estão colhendo frutos que também desejamos colher, desde que estejamos focadas em correr atrás do nosso próprio império sem negociar nossa essência.

Quando nos comparamos com alguém, matamos um pouco da autenticidade que existe em nós. Cada ser humano é constituído por uma combinação específica de moléculas de DNA, dotados de inúmeros talentos e particularidades, com diferentes bagagens e aspirações. 

 

A sua singularidade é o que te torna especial, interessante e carrega um grande potencial de transformação: quem se destaca e impacta o mundo é quem não tem medo de ser diferente.

 

O seu poder, minha rainha, está justamente em ser quem você é.

Não existe nada mais magnético e envolvente do que uma mulher que está confortável em ser ela mesma, que tem consciência dos seus pontos fortes e fracos, se dedica em trilhar seu próprio caminho, no seu próprio tempo e servir as pessoas com o melhor que possui.

Abandonar a comparação pode ser uma tarefa difícil, mas podemos focar naquilo que conseguimos controlar: os conteúdos que consumimos, o tempo que gastamos observando outras pessoas, o investimento em autoconhecimento, entre outros.

 

Ser autêntica te impulsiona a avançar em todas as áreas, fortalece sua Marca Pessoal e te permite se destacar por quem você é: criando um polo energético poderoso ao seu redor, em que seus clientes são atraídos de uma forma irresistível.

 

Existe uma razão para você ser quem é, minha rainha. Olhe com atenção para dentro de você, sua jornada, suas dores e dificuldades – tudo isso conta sua história e te capacita a tocar a vida de outras pessoas.

Ao abraçar sua autenticidade sem pedir desculpas por ser você, mas entendendo o poder que sua singularidade carrega, você consegue se expressar de forma verdadeira, respeitar seus limites e investir nos seus pontos fortes.

É disso que o mundo precisa: mulheres que honram seus altos e baixos e estão mais preocupadas com ser quem nasceram para ser do que em competir.

Um cheiro,
Clara do Vale.

Mais postagens como essa...